quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

COMO FIZ O CABACINHO DE MINHA FILHA

pego elaninha filha sempre foi uma menina precose ,desde muito cedo ela ja mostrava sinais que ir ser safadinha.deve ser a natureza porque a mae dela sempra foi uma puta e por muitas vezes ate cheguei a achar que debora nao era mesmo minha filha.mas vamos ao que interessa.debora desde cedo ja tinha um corpinho muito bonito e bem feito.ela nao morava comigo mas todo fim de semana vinha e ficava comigo.passava sexta a noite sabado e domingo.ela sempre gostou de dormir comigo.com a passar do tempo seu corpo ganhava forma e ela ficava cada vez mais gostosa.com treze quatorze anos ja era dona de um corpo de parar o transito.pernas bem torneadas e grossas uma bunda redondinha ,cintura fina e os peitos bem fartos muito durinhos que viviam arrepiados mostrando o tamanho de seus bicos .ela quase nunca usava sutian gostava de exibir seu corpousava sempre saia curta ou shorts agarrados que mostravam o volume de sua buceta.eu sabia que ela sempre teve seus namoradinhos e por veses fiquei sabendo que ela e sua prima andavam dando pela vila e vez ou outra ela aparecia com uma marca de chupada .eu nao tinha como comtrolar isso pois ela morava com a mae que nao esquentava a cabeça com isso.achava que era assim mesmo.o tempo foi passando e debora munca perdeu a mania de dormir comigo.por muitas vezes eu sentindo aquela corpo gostoso do meu lado acabava ficando de pau duro.em umas desas vezes senti debora encostar sua bunda em mim e meu pau cresceu na horaeu dei uma afastada mas ela veio e se emcostou de novo.e apertou seu bunda de encontro com meu pau que na mesma hora começou a latejar. ela sentindo isso se encostou mais aimda e começou a mexer sua bunda.nao resisti abracei ela elevei a mao em seus peitos.ela jemeu baixinho e sem dizer nada pegou a minha mao e levou pra sua buceta. dai eu ja nao me continha mais , enfiei a mao dentro de seu shortinho a comecei a procurar sua gruta com meu dedo enquanto ela se contorcia e me ajudava a acertar seu buraquinho quente.ela ja estava toda molhada e sem demorar muito quase sem perceber eu ja estava em cima dela beijando sua boca e tirando sua roupa.ja de pau de fora encaixado no meio de suas pernas procurava acertar sua buceta.ela entre um gemido e outro tentava falar algo mas eu beijava ela e nao deixava ela falar, nao queria ouvir nada naquela hora. a unica coisa que queria era enterrar meu pau em sua buceta ja delirando de tesao com a cabeça de meu pau encostada na sua buceta dava estocadas firmes que iam abrindo caminha para dentro daquela buceta carnuda e muito apertada. eu tenho um pau ate que grande nao e muito comprido 17 cm mas e super grosso e por isso nao levei muito em conta debora gemer e se contorcer embaixo de mimsentia que teva rasgando sua buceta enquanto entrava e ela resistia um pouco querendo tirar mas eu estava agarrado nela e bem encaixado no meio de suas pernas .e com estocadas cada vez mais fortes acabei de enterrrar meu pau em sua bucetae ja estava num vai e vem constante bombando cada vez mais forte sentindo minhas bolas encostarem em sua buceta. debora gemia e seu quadril ja acompanhava o vai e vem cravando suas unhas na minha costa. nao demorou muito eu gosei gostoso no fundo de sua buceta emquanto beijava seu boca.quando tirei meu pau estava sujo de sangue entao foi que percebi que acabera de tirar o cabaço de minha filha.penssei que a resistencia era por causa de meu pau ser muito grosso mas ela ainda era virgem.desse dia em diante nossas trepadas passaram a ser constantes todo final de semana a gente passava metendo .hoje ja nao e mais assim mas de vez en quando eu ainda .

Nenhum comentário:

Postar um comentário